Quinta Musical: You+Me = pra morrer - literalmente - de amor!



Ando numa fase musicalmente mais calma essas duas últimas semanas. Sabe quando você só tem vontade de escutar coisinhas acústicas fofas (e tristes tb :X aloka depressiva hahaha)? Então... Estava eu procurando novidades nesse meio, me aparece a notícia de que PINK - essa mesmo, a dos cabelos platinados, spikes e muito lápis preto e revolta - formou uma ~dupla sertaneja~ com Dallas Green do City and Colour. What?! Não conseguia imaginar como isso ia funcionar, mas funcionou. E muito bem!

Provavelmente meu contexto pessoal colaborou, mas amei muitas letras do álbum. Os arranjos também ficaram ótimos! Porque nesse tipo de produção é muito comum acabar com um monte de músicas "iguais". Mas não achei que isso aconteceu. Ai, sou só amores. Não consigo parar de ouvir a três dias. E tenho certeza que eles terão participação em muitas playlists futuras.



Aí vão minhas top 3 deles:



1) You and Me


"They say everything it happens for a reason
You can be flawed enough, but perfect for a person
Someone who will be there for you when you fall apart
Guiding your direction when you're riding through the dark


Oh that's you and me"

2) Break the Cycle


"Tell me the words you long to hear And I'll sing them loud and clear Let me heal the wounds you've held on to for all these years Break the cycle Break the chains 'Cause love is louder than all your pain"

3) Love Gone Wrong




"Ours was just a love gone wrong

Don't that sound like the same old song

This time I'm really moving on

'Cause baby I'm gone, I'm gone gone gone

I'm gone for good"


Se você quer algo mais calmo pra ouvir, pode ir com tudo. Ou melhor, devargarinho e de pouquinho que combina mais com o clima. E se quer canções com letras românticas (fofas ou sofridas calmas, daquelas perfeitas pra fim de relação) o cd também é altamente recomendado.

Só pra terminar, não sei se é coincidência, mas o que tem aparecido de álbuns nessa direção ultimamente não é brincadeira. Como eu adoro um folk, e a proposta de ver gente que canta outros estilos entrando nessa seara ~unpluged rural~ me atrai, recomendo mais dois cds na mesma vibe: Childhood Home, que Ben Harper gravou em dupla com sua esposa Ellen (a cota do amor já ta garantida), e Foreverly, de Norah Jones com Billie Joe Armstrong do Green Day (pára tudo, que dupla é essa?). Fica a dica.




Nenhum comentário

Postar um comentário