Alisamentos sem química, existem? E o formol, faz mal?

Olá amores, tudo bem com vocês?

Hoje vamos falar sobre progressivas. E por progressiva eu quero dizer relaxamento, selagem, qualquer tipo de alisamento.

Alguns dias atrás fiz um post sobre minha transição capilar e disse que falaria mais sobre o principal motivo que me fez parar de alisar o cabelo que é o malefício desses processos na saúde e no próprio cabelo.

Acredito que o ponto de partida pra esse post é sobre como os alisamentos químicos atuam no cabelo. De maneira bem simplificada podemos dizer que eles trabalham quebrando as pontes de enxofre(que dão a estrutura aos fios), ou seja, trabalham desestruturando o fio e em seguida formando novas ligações dando um novo formato de estrutura para o cabelo(Seja ele liso ou cacheado, no caso das permanentes). É importante ressaltar que essas ligações só podem ser rompidas quimicamente, APENAS quimicamente. Então aquele alisamento "milagroso", que seu cabeleireiro diz que não tem química é mentira amiga! (Desculpa a sinceridade, mas você precisava saber rs)



Mas Mirley, quais são essas substâncias químicas capazes de quebrar as pontes de enxofre?




De acordo com a legislação existem substâncias ativas específicas com propriedades alisantes como ácido tioglicólico, hidróxido de sódio, hidróxido de potássio, hidróxido de cálcio, hidróxido de lítio, hidróxido de guanidina, entre outros.


E o formol, é mesmo proibido?

Substâncias como formol e glutaraldeído NÃO são permitidos como alisantes. É importante esclarecer que o que está proibido é o desvio de uso dessas substâncias. A legislação sanitária permite o uso de formol e glutaraldeído em produtos cosméticos capilares apenas na função de conservantes (com limite máximo de 0,2% e 0,1%, respectivamente), durante a fabricação do produto, somente. A adição de formol, glutaraldeído ou qualquer outra substância a um produto acabado, pronto para uso, constitui infração sanitária de acordo com o site oficial da ANVISA(Os links de referência estão todos no final do post).

Ou seja, produtos com concentrações permitidas dessas substâncias NÃO tem a capacidade de alisar o cabelo. Então aquele produto que seu cabeleireiro insiste em dizer que não contém nenhuma dessas substâncias mas na hora do processo seu olho arde, garganta seca e você sai do salão com o cabelo escorrido de tão liso, tem claramente alguma concentração não permitida em sua composição.

Além disso, muitos cabeleireiros ainda dizem que a progessiva hidrata os cabelos. E é nesse ponto que eu queria chegar, além de todos os riscos a saúde apresentados acima temos que considerar as ações que esse tipo de substância tem no fio do cabelo. Todos esses processos de alisamento passam pela etapa de selagem no fim do processo, onde após formada a nova estrutura do cabelo forma-se uma camada fina ao redor do fio que dão a impressão que o cabelo está hidratado por causa do brilho que deixam nos fios. Mas brilho não é sinal de cabelo hidratado como já falamos AQUI

Se só fizesse cabelo brilhar tava ótimo, porém essa camada impede que os nutrientes que utilizamos para hidratação dos fios penetrem no cabelo e é por isso que alguns meses após a utilização da progressiva vemos o cabelo opaco, quebradiço e sem vida.

E isso desencadeia aquele ciclo vicioso que só quem já fez algum tipo de alisamento conhece. Após o procedimento o cabelo fica lindo, 3 meses depois uma "palha", você desesperada vai lá e alisa novamente. Instantaneamente cabelo lindo de novo, 3 meses todo detonado novamente. Ou seja ao invés de tratarmos o nosso cabelo nós o mascaramos para que fique com aquela "aparência" de saudável e após um tempo vamos notando as consequências disso: cabelo mais fino, quebradiço, com queda e etc.

Espero que tenha ajudado e esclarecido algumas dúvidas sobre o assunto. Pra saber mais sobre como cuidar do seu cabelo clique AQUI.

Um super beijo!


Referências:


http://www.anvisa.gov.br/cosmeticos/alisantes/escova_progressiva.htm


http://portal.anvisa.gov.br/wps/portal/anvisa/anvisa/transparencia/!ut/p/c4/04_SB8K8xLLM9MSSzPy8xBz9CP0os3hTQwNfRydDRwN_N2cjA08XVzOPUF-PIGdvI_2CbEdFALBfe1Q!/?1dmy&urile=wcm%3Apath%3A/anvisa+portal/anvisa/trasparencia/assunto+de+interesse/publicacoes+transparencia/faq+-+perguntas+frequentes/cosmeticos+-+formol%2C+glutaraldeido%2C+alisante+e+escova+capilar


http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2012/01/formol-e-usado-ilegalmente-em-saloes-de-beleza-para-alisar-os-cabelos.html


http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/escova-de-aminoacido-ineficaz-sua-formula-esconde-substancias-perigosas-que-podem-ate-causar-canceres-2712398

http://www.oieduca.com.br/artigos/saude/alisantes-proibidos-formol-e-glutaraldeido.html




Nenhum comentário

Postar um comentário