Diário da Transição Capilar: 1º trimestre





Olá amores, como vocês estão? Espero que bem!

Nas duas últimas semanas venho falando bastante sobre o Cronograma Capilar, vários mitos envolvidos no processo e formas cientificamente comprovadas de cuidar do nosso cabelo. E achei que o tema de hoje se encaixava perfeitamente na situação, afinal de que adianta cuidar tão bem do cabelo de um lado e continuar a destruí-lo (sem dó, nem piedade rs) do outro?!

Enfim, hoje vim falar sobre a minha transição capilar! Pensei que um post trimestral seria um bom modelo pois em 3 meses dá pra notar diferença de crescimento, textura e inclusive de hábitos.

Primeiro você aí que nasceu de cabelo liso deve estar pensando: Mas que raios é essa tal de Transição Capilar?

Simplesmente é quando uma pessoa que tenha o cabelo naturalmente crespo/cacheado que passou algum tempo sobre o efeito de alisamentos decide parar de alisá-lo e voltar a ter o seu cabelo natural.

Você deve estar pensando agora. Ah moleza! É só esperar crescer! Agora vem a parte do choque de realidade. NÃO, não é só esperar crescer. Primeiro, porque a maioria de nós que passamos anos sob o efeito de alisamentos nem lembramos como REALMENTE seu próprio cabelo se parece. Você tem uma idéia, mas certeza absoluta você não tem!

Segundo, a diferença de texturas. Imagine só você com metade do seu cabelo enrolado e as pontas lisas. Sem mais né, sofrível o bastante.

Terceiro, todas as questões de auto-aceitação e decisões envolvidas. Dúvidas que costumam aparecer: "Será que vou ficar bonita de cabelo cacheado?", "Quando vou fazer meu big chop?" ou "Será que minha família/amigos/namorado/SOCIEDADE vão gostar?". É gente, não é tão simples quanto parece...



Agora que você já está familiarizada com o que é a transição capilar, aqui estão alguns termos que você precisa saber sobre o assunto:

- Big Chop: Quando você decide cortar toda a parte alisada do seu cabelo e deixá-lo totalmente natural. Isso vai desde a máquina zero(coragem!) até somente as pontas que sobraram com o passar dos anos!

- Tempo de Transição Capilar: A quanto tempo você parou de utilizar qualquer tipo de alisamento no seu cabelo.

- Texturização: Técnicas que você utiliza para deixar a parte alisada dos seus fios o mais parecida possível com a da sua raiz.

Basicamente esse post foi pra apresentar a técnica e anunciar que eu(sim, você leu EU!) decidi parar de alisar meu cabelo e por isso me encontro na fase de Transição Capilar a mais ou menos 3 meses.(A última progressiva foi feita no final do mês de junho)

Agora você deve estar se perguntando: Mas Mirley, porque raios você inventou isso agora?

Por vários motivos gente, mas basicamente por 3 grandes razões:

- Quanto mais velha vou ficando(falou a idosa gente rs) mais preocupada com minha saúde eu me torno. E eu sinceramente não acredito que progressiva, selagens e/ou alisamentos sejam saudáveis e totalmente seguros. (Se vocês quiserem uma explicação mais profunda sobre isso, farei um post mais pra frente)

- Qualquer tipo de alisamento forma um filme ao redor do cabelo que o mantém liso, porém também o  impede de receber qualquer tipo de tratamento, ou seja, na hora seu cabelo parece lindo porém 3 meses depois, tá ó UÓ! hahaha

- Eu gostaria de dar uma chance a mim mesma! Eu mal me lembro de como é meu cabelo natural e acredito que talvez eu goste dele e aprenda a me amar dessa maneira. De qualquer forma acho que vale a tentativa e a experiência de me conhecer melhor.



Um pouco da minha história: Sempre tive o cabelo bem enrolado, da raiz as pontas. E nunca gostei dele, parte porque eu não sabia cuidar. (Minha mãe até tentava mas a coitada não sabia mesmo o que estava fazendo! rs) E parte pela "maldita" influência que a sociedade impôs durante tantos anos sobre nós. Por isso, aos 14 anos finalmente meus pais me deixaram alisar meu cabelo e lá vou eu. Entre cagadas e acertos, fazem 9 anos que estou nessa vida. Já fiz de tudo: relaxamento, todos os tipos de progressivas, selagens, botox e etc...E cá estou eu a 3 meses sem nenhum tipo de alisamento, continuo pintando meu cabelo de ruivo(claro!), mas de alisantes estou em greve!

Minhas impressões: Já fazem alguns anos que venho fazendo um processo de selagem de uma marca específica e costumava refazê-lo a cada 3/4 meses ou seja, agora seria a hora de retocar. E já que se trata sobre o meu primeiro trimestre da Transição, por enquanto minha vida continua normalmente. Os primeiros meses foram mais um tempo de dúvidas do que de dificuldades, afinal meu cabelo está como sempre esteve(pronto para o próximo alisamento). Acredito que o pior esteja por vir, quando vou com certeza conseguir notar a diferença de textura dos fios.  Nesses últimos 3 meses meu cabelo cresceu 3,5 cm(considerado normal já que o cabelo cresce em torno de 1 cm por mês), e já consigo notar pequenas ondulações perto da raiz. Mas nada que um secadorzinho básico não resolva!

Ah, pra quem quiser saber...Não, eu não vou cortar todo o meu cabelo e esperar crescer. Minha decisão é que quando chegar a hora certa pra mim, eu saberei e poderei tomar essa decisão tão importante do big chop sem arrependimentos.

Mas Mirley, como você pretende então usar seu cabelo até lá?

A vários anos atrás eu aprendi a escovar meu cabelo, então escová-lo por uns meses não será um sofrimento tão grande(eu acho!). Porém quando ele já tiver tamanho o suficiente pra uma texturização bem feita, partirei pra esse caminho.

Espero que tenham gostado e qualquer dúvida deixem nos comentários, vou amar ouvir todas as sugestões e dúvidas de vocês.

Então até daqui a 3 meses amores!

Um super beijo

3 comentários

  1. Força que vai dar tudo certo! De repente você vira uma mini Merida! ahahaha... Imaginou o sucesso? :***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já pensou? Nossa quero muito ser a Merida! hahaha ;)

      Excluir
    2. Agora um poema de welcome:
      Vc vai amar e odiar, vão ter dias de cabelo romântico e dias de cabelo diarista. Vai ter dias q vc vai pensar em desistir, mas os dias em q os cachos ficam lindos vão te convencer a continuar, vc vai se divertir e se irritar, Bem vinda aos enrolos da vida cacheada. Vc vai amar!

      Excluir