13 coisas sobre o uso do protetor solar que ninguém te conta!


Hello amores, como vocês estão?

A algumas semanas atrás entrou no blog um post da coluna Manual do Iniciante falando sobre dicas essenciais para você cuidar da sua pele e já faz uns 3 meses que postei o primeiro post dessa coluna que se chamava "Você sabe como cuidar da sua pele?" onde eu descrevi os cuidados básicos que você tem que ter pra manter uma pele saudável e bonita em qualquer idade. Um desses passos é o de PROTEGER, onde basicamente falei sobre o uso de protetores solares. Porém, acho que rola muitos mitos sobre o uso desse produto na internet, então hoje vim falar pra você 13 coisas sobre o uso do protetor solar que ninguém te conta!

1. O protetor solar é a última camada a ser passada antes do início da maquiagem. Não faz sentido passar o protetor solar que forma uma "barreira" na pele e depois ainda achar que seu hidratante caríssimo por cima vai fazer algum efeito.

2. O que é FPS e o que são raios UVA e UVB?
O fator de proteção solar (FPS) está relacionado ao tempo de proteção contra a queimadura solar, ou seja, utilizado corretamente ele protegerá até que a pele seja atingida por 15 vezes a quantidade de radiação que seria necessária para queimar a pele desprotegida. Já os raios UVB são aqueles que causam as queimaduras solares(podendo causar câncer, envelhecimento e doenças cutâneas) e estão presentes mais abundantemente durante o dia entre 10h e 16h. Em compensação, os raios UVA não causam queimaduras apenas bronzeiam a pele(causando danos profundos à pele, gerando envelhecimento, câncer de pele e redução das defesas celulares).

3. Eu preciso utilizar protetor até quando não "tem" sol?
Sempre que está claro, existem raios UVA e como já vimos aqui em cima estes não causam vermelhidão e não aquecem tanto portanto são agressores mais silenciosos e estão presentes em quantidade mais ou menos constante durante todo o dia. Ou seja, mesmo não estando aquela solzão, você não está a salvo amiga!

4. Como escolher o melhor protetor solar pra mim?
Vários fatores devem ser analisados para a escolha do protetor: o tipo da sua pele(seca/mista/oleosa), o tom da sua pele(albina, negra, mulata, branca), a frequência e o tempo de exposição ao sol, a presença de acne, manchas ou doenças de pele e o uso concomitante de outros produtos(como ácidos por exemplo, tem post no blog isso, clica aqui). 

5. Como saber se meu protetor tem proteção contra raios UVA e UVB?
Contra os raios UVB é o que vem ligado ao FPS, como por exemplo FPS 50. Porém, é muito importante analisar o rótulo do produto em relação aos raios UVA, ele pode aparecer como índice numérico (devendo ser pelo menos um terço do FPS) ou medido em cruzes (de uma a quatro).

6. Qual é o protetor mínimo que você indicaria?
EEUUUU acho que no mínimo um com FPS 30 e uma proteção UVA de pelo menos 12 ou ++. Porém, como já disse tem muitos fatores a serem avaliados e isso sempre pode (e deve!) ser conversado com seu médico.

7. Em quanto tempo deve-se reaplicar o protetor solar?
Essa é a pergunta mais polêmica de todas, o IDEAL seria a cada 2 horas no dia a dia ou sempre que houver suor excessivo ou banho. PORÉM, a gente sabe que a realidade não é bem assim. Se você trabalha debaixo do sol o dia inteiro, sinto em te informar mas para uma verdadeira proteção a reaplicação a cada 2 horas será necessária. Porém, se você trabalha num ambiente fechado acredito que 2 vezes por dia seja suficiente, de manhã e um retoque logo depois do almoço.

8. Mas Mirley, como retocar meu protetor se estou usando maquiagem?
Os dermatologistas recomendam tirar tudo, lavar o rosto e reaplicar o protetor. Porém, haja saco né people! Minhas soluções são: Um protetor solar em spray e um bom pó com FPS(um que não seja muito pesado, pra não te deixar com cara de reboco haha).

9. Bases com FPS substituem o protetor solar?
O problema das bases com protetor solar é que a grande maioria delas tem um FPS muito baixo (25 ou menos). E, da mesma forma que o pó, normalmente usamos uma camada fina, pois queremos uma cobertura natural. Assim, é melhor usar um protetor embaixo ou um protetor com base. 

10. Um protetor com base e uma base com protetor, são a mesma coisa?
Não, de jeito nenhum. Um protetor com base é um protetor que foi adicionado cor por isso ele continua sendo um protetor solar. Já uma base com protetor, é apenas uma base com uma certa quantidade de protetor adicionada, ou seja, voltamos ao problema da pergunta acima.

11. Qual a quantidade recomendada de protetor solar para a proteção total do rosto? 
O recomendado é uma colher de café. Menos do que isto acaba gerando um FPS mais baixo que o do rótulo e ficamos desprotegidos.

12. Qual a importância de utilizar um protetor solar com FPS mais alto? 
Não há evidências científicas de que há algum benefício de se utilizar um protetor além do FPS 50, porém o que ocorre é que raramente passamos corretamente o protetor solar, tanto em quantidade como no número de reaplicações, e aí um FPS maior ajuda a compensar estes fatores. Quanto mais melhor né amiga, melhor prevenir do que remediar.

13. É verdade que a diferença na eficácia ao se comparar dois FPS mais altos não é grande? 
Quanto maior o FPS, maior a eficácia. Só não existe uma proporção comprovada para isto, o FPS 60 não é 2 vezes mais forte que o 30 porém ele te ajuda a suprir os pequenos erros já citados acima.

Espero ter ajudado amores!

Ah, e pra acompanhar tudo que tá rolando por aqui não esquece de curtir a fanpage do blog e seguir a gente lá no bloglovin (é só procurar por Mirley Wohlers). E pra acompanhar em primeira mão o que vai sair aqui no blog, me segue lá no instagram @miiwohlers.

Um super beijo!




Nenhum comentário

Postar um comentário