Dúvidas sobre o cronograma capilar! #ParteI

Imagem: Fonte
Hoje eu vim fazer um post complementar aquele primeiro post onde eu expliquei o que era o Cronograma Capilar e porque você deveria fazê-lo(clica aqui e vem ler tudo). Depois daquele post surgiram algumas dúvidas e achei que concentrar todas as informações aqui ficaria mais fácil pra gente discutir sobre o assunto e sanar todas as dúvidas.

De início você precisa entender um pouco sobre os conceitos básicos relacionados a este assunto, que são as 3 camadas que compõem o fio do cabelo e que uma vez seu cabelo danificado ele não voltará ao seu estado original nunca(porque afinal o cabelo não está "vivo", como a nossa pele por exemplo). Se você não entendeu ou não concorda eu sugiro que você leia o post sobre o cronograma capilar citado acima, onde eu explico detalhadamente esses tópicos e mostro algumas das minhas fontes de pesquisa.

Agora vamos ao que interessa.

Mas Mirley, se meu cabelo não pode ser recuperado, porque quando faço o cronograma sinto ele mais brilhoso, macio e aparentemente saudável?

A resposta é simples, saudável não é igual a macio e brilhoso. Um cabelo verdadeiramente saudável é um cabelo que não sofreu agressão física, nem química em seu córtex. Já a maciez, brilho e maleabilidade são propriedades relacionados a cutícula que é onde todos esses cremes que usamos atuam.

Então aqui é onde eu gostaria de chegar nesse post. O que nós realmente precisamos é desmistificar as palavras NUTRIÇÃO e RECONSTRUÇÃO. A nutrição dentro do cronograma não se refere a nutrir da mesma maneira que o nosso corpo é nutrido. A nutrição nada mais é que uma das fases do cronograma onde usamos alguns componentes específicos que envolvem a cutícula do fio em uma camada fina trazendo mais maleabilidade, brilho, entre outros.  Mas e a reconstrução? A reconstrução mais uma vez é somente o nome dado a mais uma fase dentro do cronograma onde pensamos que "a queratina tão conhecida como reconstrutora, entra nos fios preenchendo-os e deixando-os mais fortes e resistentes". O que precisamos entender é que a queratina não consegue atravessar a cutícla do fio, por ser uma molécula muito grande para ultrapassar pela cutícula. Então mais uma vez, a reconstrução também se trata de envolver o fio numa película dando a aparência de um cabelo mais saudável.

Agora, alguns vão me perguntar: Mas pra que seguir o cronograma então?

Na minha opinião, o cronograma nos ajuda a organizar a melhor maneira de cuidar do nosso cabelo. Afinal cada uma dessas etapas sejam elas hidratantes, nutritivas ou reconstrutoras trazem algum benefício pro nosso fio como por exemplo a maleabilidade, maciez, penteabilidade, brilho, entre outros. Mas o importante é lembrarmos que todas elas atuam na primeira camada do fio(cutícula) sendo então algo superficial e não duradouro.

Depois de ter lido isso, você deve estar pensando: Se for assim, melhor não passar nada então...

Pensa comigo, você usa maquiagem no rosto, isso não trata da sua pele mas te ajuda a ter o efeito para conseguir a aparência que você deseja. O cronograma funciona do mesmo jeito, ele não vai "curar" seu cabelo, porque uma vez danificado seu fio não pode voltar ao seu estado original, mas ele consegue disfarçar esses danos nos ajudando a ter a aparência do cabelo da forma que queremos.

Então eu não preciso fazer todas as etapas do cronograma?

Não, você tem que testar nos seus fios cada uma dessas etapas e achar aquelas que te agradam mais, trazendo pro seu cabelo a aparência e definição que você deseja. Uns gostam de brilho, outros gostam de volume, cada pessoa tem que criar sua própria rotina de cronograma de acordo com as propriedades que mais se identificam com a aparência desejada. Por isso no primeiro post sobre o cronograma capilar eu enfatizei que aquela tabela apresentada era a minha tabela usada no meu cabelo, mas o correto seria você testar e descobrir a melhor maneira de cuidar do seu para que ele fique com a aparência que você tanto deseja.

Então a partir de agora, quando você ler sobre as etapas do cronograma já vai estar sabendo como elas funcionam e que essas categorias só foram criadas para separar os tipos de substâncias que trazem esses benefícios citados acima pro nosso cabelo e não para recuperar os fios, como muitos blogs pregam por aí!

Semana que vem nós vamos falar sobre 3 componentes que comprovadamente penetram nas camadas mais profundas do fio do cabelo e esses sim tem a capacidade de melhorar a saúde dos fios. Guenta o coração gente!

E pra ficar de olho em tudo que rola por aqui não esquece de curtir a fanpage do blog e me seguir no instagram, snapchat e bloglovin. É tudo mirleywohlers, tá? 

Um super beijo!

Nenhum comentário

Postar um comentário