Quinta Musical: Grudes de Abril/2016!


Inhaí, inhaí, inhaí, pessoal! Primeiramente, o que é esse novo layout?! Estou completamente apaixonada! E realizada porque a partir de agora todos os posts da Quinta Musical podem ser acessados num lugar só: é só clicar no ícone de "música" na barra de categorias aí em cima. \o/

Hoje a Quinta Musical está de volta inaugurando uma nova tag: os Grudes do Mês. Ou seja, tudo aquilo que grudou no meu ouvido e toca o tempo inteiro, em todos os momentos (inclusive os mais inadequados). 

Chamar de "favoritos" seria pouco, porque é mais que amor: é vício, é loucura, babado e confusão. Quem sabe não gruda em vocês também, né?

Então vamos lá!

1. Like I Would - Zayn: Menino Zayn tá de parabéns por superar Menino Justin esse mês (sim, eu to que nem Galvão e o Menino Neymar, me deixa). Dava nada pela carreira solo dele - nunca vi um ex-boyband conseguir realmente fazer sucesso -, mas olha, que álbum jóia foi esse Mind of Mine. Como eu resolvi só colocar uma música do disco, e Pillowtalk tá tocando em tudo que é lugar, vou deixar minha segunda favorita.



2. Quando Bate Aquela Saudade - Rubel: essa foi doença mesmo, gente. Juro que passei dois dias tocando ela em loop infinito. To apaixonada por Rubel, quero casar com ele e me mudar pra uma casa na praia. (Ah, o álbum todo é assim delicinha cheio de letras lindas).




3. Heavy Cross - Gossip: eu já conhecia essa música de outros tempos, mas num fim de semana fui com uns amigos comer burguer (não tinha mais o de salmão no cardápio #fail), e ela tava tocando lá no trailer. Desde então, o ~u-hu-uu~ não me deixa em paz. Parabéns, Beth.





4. 7 Years - Lukas Graham: meu vício The Voice America tá no ar, e é claro que ia aparecer alguma que ouvi lá, pesquisei e... deu ruim. Owen Danoff cantou essa semana retrasada, e to curtindo pakas.




5. Amei Te Ver - Tiago Iorc: Troco Likes tá morando no meu celular faz tempo. Essa é uma das mais chicletes do álbum, e entrou aqui porque além do grude, bateu também uma tristeza porque Tiago veio a Recife e eu (formada, desempregada e sem meia entrada) não pude ir. #recalque



É isso, pessoal. Espero que gostem dos grudes do bem de abril. Um beijo e até a próxima! :*



Nenhum comentário

Postar um comentário